sábado, junho 09, 2007

De nós (2)

Afirmo, em resposta ao meu bom amigo Vítor Sousa, que cita o abrasileirado Fernando Pessoa de nome Ricardo Reis


Afirmo, peremptoriamente:



Somos muito mais que contos:
Somos novelas, romances, livros plenos de comédia e tragédia.

Somos seres humanos, bravos e ledos, perplexos perante a insanidade de uns e apaziguados pelo bom senso de outros.

Somos personagens, figurantes fulgurantes, espelhos das nossas vidas, das nossas decisões.


Somos quem somos,
somos quem fomos,
somos quem seremos.


Não, não somos somente contos!

Etiquetas: ,

3 Comentários:

Blogger AMMedeiros disse...

Somos mundos infinitos num finito mundo global.
Somos pessoas. Humanos também.
Do meu mundo até esse,

Um beijo

10 junho, 2007 15:43  
Blogger luma disse...

Dá-me um conto e te direi quem sou! Brasileira ou não, sou uma ex-patriada de um mundo diverso de tudo que um dia idealizei.
E nesse pensamento globalizado, onde o mar e o ar se juntam para apenas dizer que também somos gazes, que um dia findaremos. A eternidade é para aqueles que conseguem marcar a história.
Sam, vim pela blogagem. Bem atrasadinha, mas li tudinho viu?
Boa semana! Beijus

11 junho, 2007 02:55  
Blogger SAM disse...

AMMedeiros, as condicionantes que, aparentemente, nos limitam, só são limites físicos: a infinitude está, de facto, na nossa capacidade de transcender o que nos é colocado à frente.
Como está escrito no blog da Luma: "Ninguém tropeça em montanhas. E a pedra pequena que te faz tropeçar. Ultrapassa todas as pedras que encontrares no teu caminho e verás que passaste a montanha".

Obrigado, às duas, pela visita.

11 junho, 2007 10:31  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial