sábado, abril 05, 2008

Nature, online desde 1869!

Desde 4 de Novembro de 1869 que o semanário Nature tem-nos oferecido alguns dos grandes títulos da ciência moderna. Agora estes artigos estão, depois de um processo de cinco anos de digitalização, disponíveis na rede para os seus ciber-leitores.

Alguns dos 180 mil artigos distribuídos nos 4 mil números da revista que marcam este novo período da revista (anteriormente podia-se aceder aos artigos desde o ano 1950) são:

  • A primeira observação dos raios X;
  • A descoberta do electrão/eletron;
  • A primeira evidência fóssil da origem dos humanos em África;
  • O artigo que deu o nome Nessiteras rhombopteryx ao monstro do Lago Ness;
  • A prova científica das habilidades telepáticas de Uri Geller.

É uma revista de popularidade constante (apesar das dificuldades que passou nos primeiros 30 anos), graças ao primeiro editor, Alexander Macmillan, e o primeiro director, Norman Lockyer, e o segundo, Richard Gregory. Este dando um toque social, enquanto o outro deu atenção a temas polémicos el hijo de un famoso poeta callejero de Bristol, tomó las riendas y decidió dar a la re.

Hoje, sob a alçada do redator-chefe, Philip Cample, a revista está disponível, desde o seu primórdio, para todos aqueles que desejem (e paguem!!!). Boa e divertida leitura!

Etiquetas: ,

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial