quinta-feira, outubro 05, 2006

Omar Khayyám - Rubáiyat (XXVIII)

Um momento na Aniquilação esbanjar,
Um momento, do bem da vida provar –
Estrelas preparam-se e a Caravana
Começa p’ra a Aurora do Nada apressar!
Omar Khayyám (1048-1132).
Trad. por Sam, a partir do inglês de
Edward J. Fitzgerald.

Como passa a caravana da vida!
A alegria do ápice será colhida.
Não habita o amanhã do outro: traz de beber
Na taça, pois a noite não é detida.
Omar Khayyám (1048-1132).
Trad. por Sam, a partir do
original persa.

Etiquetas: ,

4 Comentários:

Anonymous Elcyd disse...

Poderia até copiar o meu comentário no post anterior: a meiguice, a serenidade e a leveza seria tudo o que precisaríamos na vida.
Quando Omar Khayyám fala da vida fugaz é para valorizá-la não para desperdiçar ela na devassidão, tanto como ele próprio dedicou a vida na ciência e matemática e não propriamente na bebedeira.

06 outubro, 2006 18:15  
Blogger Zeca disse...

Amigo Sam
Só para te desejar um excelente fim de semana.
Fica bem

06 outubro, 2006 18:54  
Blogger AMMedeiros disse...

Adorei! E não tenho palavras... há silêncios tão eloquentes.
Um beijo

09 outubro, 2006 19:47  
Blogger Roderick disse...

Sam.
Um abraço virtual não.
Prefiro um abraço espiritual.

Um excelente fim de semana

14 outubro, 2006 19:17  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial