segunda-feira, dezembro 08, 2008

Para quem os direitos humanos?

Os direitos humanos, acredita-se, foram pela primeira vez registados neste cilindro da Pérsia antiga. Entretanto a Revolução Francesa, e a Constituição do Estados Unidos da América deram-lhe novo vigor, até que, em 1946, as nações do mundo, unidas, decidiram começar um novo tempo de paz.

Era tempo de não mais se repetir...
  • O Genocídio Assírio (1914-1920), pelos Jovens Turcos - mais de 275 mil mortos
  • O Genocídio Grego (1914-1923), pelos Jovens Turcos - 300 a 360 mil mortos
  • O Genocídio Arménio (1915-1923), pelos Jovens Turcos - 2 milhões de mortos
  • O Genocídio Don Cossacks (1919-1920) na União Soviética - 300 a 500 mil mortos
  • O Holocausto alemão contra judeus, eslavos, romenos, doentes mentais, homossexuais e outros "desviantes sexuais", testemunhas de jeová, oponentes políticos (1933-1944) - entre 16 a 26 milhões de mortos
A Declaração Universal foi criada. Contudo, as dificuldades eram cada vez maiores:
  • Genocídio de índios maias durante a Guerra Civil guatelmateca (1968-1996) - 180 mil mortos
  • Guiné Equatorial (1968-1979) - 80 mil mortos
  • Genocídios durante a guerra do Bangladesh (1971) - estatísticas ascendem até aos 3 milhões de mortos
  • Burundi (1972), eliminação sistemática de Hutus, pelos Tutsis - 80 a 210 mil mortos
  • Assassinatos em massa contra grupos de ideologia suspeita, minorias étnicas, anteriores soldados do governo, monges budistas, intelectuais e academicos, entre outros no Cambodja (1975-1979) - 1,7 milhões de mortos
  • Mortes em Timor Leste, pelo regime indonésio (1975-1999) - 60 a 200 mil mortos
  • Terror Vermelho etíope (1977) - 150 a 500 mil mortos
  • Massacre no campo de refugiados palestinianos Sabra Shatila no Líbano (1982) - 700 mil a 3,5 milhões de mortos
  • Campanha an-Anfal do regime iraquiano contra os curdos (1986-1989) - 50 a 100 mil não combatentes mortos
  • Massacre do povo ticuna (1988) - 4 mortos
  • Burundi (1993), eliminação sistemática de Tutsis, pelos Hutus - 25 mil mortos
  • 100 dias de massacre no Ruanda (1994) contra Tutsis e Hutus moderados - 937 mil mortos
  • Genocídio Bósnio, pelos sérvios (1992-1995) - (não consegui números exactos)
Ainda, nenhuma das listas acima inclui os 20 a 25 mil aborígenes australianos mortos, as 6 milhões de morte por fome na União Soviética, os 500 mil a 1 milhão de mortos na Partição da Índia, as várias mortes durante o conflito de anexação do Afeganistão pela URSS, o número indeterminado de pigméus mortos e canibalizados durante a guerra civil congolesa, os cem mil cidadãos da ilha da Nova Guiné mortos, pois não são considerados genocídios.

Entretanto, o que temos ante nós, hoje?

Uma humanidade cada vez mais consciente. Lideranças talvez não tão eficazes como gostaríamos, mas pessoas cada vez mais atentas e conscientes com o mundo à sua volta.

A instabilidade na Somália, e os genocídios no Darfur não podem continuar!
Não podemos permitir que genocídios culturais no Tibete contra população budista, ou o genocídio cultural contra os bahá'ís no Irã se convertam em massacres como nos anteriores exemplos.

Por um motivo simples:
O bem-estar da humanidade, a paz e segurança do planeta serão conseguidos e alcançados somente e apenas se a unidade mundial for estabelecida.

Dia 10 de Dezembro, bloggers de língua portuguesa, dos mais diversos países, estaremos demonstrando que, pelo menos nós, estaremos unidos.
Pelos Direitos de todos os seres humanos, ou seja, por todos nós!

---
Blogs (com a ONU) pelos Direitos Humanos
Direitos Humanos?
O dia em que tudo começou, em 1844!

Bahá'ís presos
A Luta de toda a Humanidade! Obrigado a todos!
Bem-vindos à Somália!
Paz como ausência de guerra ou como Símbolo da Humanidade?
Burma livre, Myanmar livre, Birmânia livre: mundo livre...
Ouvi por aí... no Hotel Ruanda
Quero PAZ!!!

Etiquetas: , ,

3 Comentários:

Blogger Nina disse...

Nossa, qt número triste!

Sam, me diz uma coisa, a lista dos participantes da blogagem, vc colocou em algum lugar? eu nao achei... gostaria de conhecer pra poder visitar os blogs amanhã.
Abraco!

09 dezembro, 2008 10:28  
Blogger Georgia disse...

Sam, muito interessante e triste ao mesmo tempo.

Um abraco

10 dezembro, 2008 09:24  
Blogger nona e eu disse...

adorei esse seu post,sou educadora evou usar comobase das minhas futuras aulas, abraços

10 dezembro, 2008 23:37  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial