quinta-feira, outubro 04, 2007

Burma livre, Myanmar livre, Birmânia livre: mundo livre...



Não fingirei saber o que realmente acontece no Burma, o que tem acontecido ou o que poderá acontecer, se as condições se mantiverem. Mas, não poderei ficar impávido perante o texto na página de abertura de Avaaz, que cito:

Depois de décadas de uma ditadura militar repressiva, o povo de Mianmar está se manifestando - e eles precisam da nossa ajuda. Monges budistas deram início a uma marcha pacífica que vem ganhando o apoio de toda a população do país. O número de manifestantes já chega a 100.000 em mais de 25 cidades.

Na última manifestação contra a ditadura em 1988 o governo militar massacrou milhares de pessoas. Não podemos deixar isso acontecer de novo, precisamos e podemos defender os manifestantes.

É contra os meus princípios solidarizar-me com a opressão de um povo, seja ele qual for.
Não apoio discriminações, não suporto chacinas, e não percebo como é que as lideranças mundiais nada fazem...

As revoluções podem vir de dentro, mas se não houver apoio externo, a revolução pode vitimar demasiadas pessoas. Se não houver apoio externo, poderemos voltar a rever episódios da II Guerra Mundial. Não podemos ficar impávidos perante o caos que rege o planeta.

Por isso, associo-me aos bloggers que participam da campanha Free Burma, como CEJunior, João M., João Tunes, Lino Resende, Luma, Luiza Voll, Marco, Meire, Raimundo Narciso e colegas, Vítor Sousa, entre muitos outros.

Porque, se não fizermos nada, o caos nunca poderá dar espaço para ordem e a revolução nunca se converterá em re-evolução.


Etiquetas: , , ,

3 Comentários:

Anonymous Meire disse...

Bom dia Sam!
Acabo de moderar teu comnetario, e o agradeço, esta tua frase disse tudo:

"Porque, se não fizermos nada, o caos nunca poderá dar espaço para ordem e a revolução nunca se converterá em re-evolução."

A comunidade blogueira é grande e unida, com certeza ouvirao nosso grito.
Abs,
Meire

07 outubro, 2007 05:54  
Anonymous Cejunior disse...

Pois é Sam... se Myanmar estivesse em cima de um mar de petróleo, garanto que já tinham tropas americanas, européias, russas, todo mundo lá...
Infelizmente é um país pequeno, pobre e a rebelião está sendo conduzida por monges budistas, desarmados...
Como o país é "da área de influência" da China e da Índia, temos que esperar que um desse dois governos se manifeste...
É muito triste e revoltante isso tudo!

08 outubro, 2007 21:49  
Anonymous Anónimo disse...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

31 dezembro, 2009 17:29  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial