quarta-feira, dezembro 31, 2008

É o momento de vermos o que fomos para sabermos o que poderemos ser

Apesar de a data ser apenas simbólica, é interessante reviver o ano que passou e ponderar como será o que virá. E, confesso, 2008 começou de duas formas para mim. A forma pessoal e impessoal.

Na impessoal esteve o meu interesse constante num processo obsoleto que é a política mundial. Não consigo encontrar um sistema em vigor no mundo que me pareça perfeito, não obstante, tentei salientar o que me pareceu interessante:
Todo o resto, acho, aconteceu do lado pessoal. Foi um dos anos, senão o ano, mais emocionante da minha vida, cheio de emoções a cada instante. O motivo principal é simples: fiz a A escolha brasileira! Regressei ao país de minhas origens depois de 16 anos, como explico em Como se fosse ontem quando chega o amanhã?, houve Voltas e Revoltas na Vida e Reencontros do Coração e vi um tucano, e lá comemorei, depois de anos, o ano novo bahá'í, o Naw-Rúz. No Brasil, vi velhos amigos e criei novas amizades, eternas, duradouras, perenes. A minha inspiração se aguçou. Como consequência escrevi longos textos, e continuei a escrever contos durante o ano! Um destes textos é o poema És quem és, sem que eu saiba quem és, escrito nos primeiros dias no Brasil.

Foi em 2008 que fiz questão de lembrar o aniversário de Jean Charles de Menezes ou que a ONU resolveu celebrar o Dia Humanitário Mundial, no dia que é de Sérgio Vieira de Mello. Outra morte me tocou também, a de Heath Leadger, sobretudo pela proximidade etária.

Nas Olimpíadas vi a quem não vejo pessoalmente há um par de anos com uma medalha ao pescoço e no lazer pessoal deliciei-me com o show de Ney Matogrosso. Vi os óscars, pela primeira vez, durante o dia (porque o Brasil não tem tantas horas de diferença com California como Portugal) e achei fabulosa a relação entre a Juventude e os Oscars. Neste ano que termina vi e escrevi sobre alguns filmes e séries:
E foi nesse mesmo ano que surgiu Persépolis 2, sobre a perseguição dos bahá'ís no Irã. Tema ao qual, aliás, dediquei vários textos:
Mas existem outras causas às quais me juntei:
E justamente por causa desta última, escrevi textos, polémicos para alguns círculos, sobre a unidade do idioma português, isto é, sobre o Acordo Ortográfico:
Mas a maior de todas as causas foi pelos Direitos de toda a Humanidade, com participação bastante ativa das mais variadas partes da blogosfera em português.

No entanto, a minha presença não foi tão constante e sistemática como eu poderia desejar, o que levou às minhas reflexões sobre a Fluidez temporal na internet, ou sobre a aldeia chamada Blogosfera, a verdadeira Aldeia Global.

Justamente, os momentos de moratória serviram para tentar aprimorar a minha reflexão em psicologia, graças a influência de Viktor Frankl, que me que me leva sempre a Novos congressos e novas formas de ver a psicologia e, mais recentemente de Irvin Yalom, sobre quem virei a falar.
Muita coisa está por acontecer em 2009 e,s obre isso, poderemos ir falando enquanto ocorrerem. Contudo, considero uma coisa fundamental. Neste período de transição, pararmos e pensarmos sobre tipos de pessoas e as paredes, e vermos o que somos para sabermos o que poderemos ser.

Por isso, espero que sejamos, todos, cada vez mais capacitados a viver os instantes do futuro que começa hoje, dotando a vida de sentido.

Feliz 2009!
---
O fim do ciclo é o começo de outro. Feliz 2008!
E assim termina 2006…

Etiquetas: , , , , , ,

12 Comentários:

Blogger Óscar disse...

Um bom 2009 para todos!

31 dezembro, 2008 17:43  
Blogger nona e eu disse...

olá feliz 2009 pra ti e para os seus que te sao queridos! abraços

31 dezembro, 2008 21:12  
Blogger Graza disse...

Uma excelente capacidade de síntese, para um bom balanço anual.

01 janeiro, 2009 02:31  
Blogger Lita disse...

Excelente ano para ti!

01 janeiro, 2009 20:41  
Blogger Nadja Saori disse...

Feliz Ano Novooooooo!!!!
^^

02 janeiro, 2009 15:57  
Blogger Rii disse...

Síntese excelente. Esse é uma ótima forma de observar o ano que se passou.
Parabéns, feliz 2009!

02 janeiro, 2009 19:20  
Anonymous Anónimo disse...

E olhar para 2008 assim:

http://3.bp.blogspot.com/_56SnpdlG-_o/SVvZB7T-9zI/AAAAAAAAA24/qgngBTH9_dc/s1600-h/car_2008_31dec.jpg

03 janeiro, 2009 14:56  
Anonymous Anónimo disse...

Eu vou encher o pote de meus dias com a diversidade de sementes - safra de 2008 que solverei desse Blog, e samear 2009 para culminar à colheita dos melhores frutos de letras de minha existência.

06 janeiro, 2009 01:40  
Anonymous Anónimo disse...

Retifico a gafe de minhas falangetas sonolentas.

" Safra... que SORVEREI...

06 janeiro, 2009 02:10  
Anonymous Meire disse...

Que seja um lindo ano!

09 janeiro, 2009 18:32  
Blogger Odele Souza disse...

Sam,

Realmente muito importante tudo o que você viveu e mencionou no seu post.

Um forte abraço e FELIZ 2009.

09 janeiro, 2009 19:32  
Blogger Ronald disse...

SAM, já estamos além da metade de Janeiro mas, mesmo assim, um feliz 2009 e, eis um tema interessante que você cita no post, Existe modelo político perfeito????

Fraterno abraço...

18 janeiro, 2009 01:49  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial